Pesquisar

Capítulo 2. Recomendações para o uso do GFS2

download PDF

Esta seção fornece recomendações gerais sobre o uso do GFS2.

2.1. Configuração de atualizações em atime

Cada inode de arquivo e inode de diretório tem três carimbos de tempo associados a ele:

  • ctime
  • mtime
  • atime

Se as atualizações do atime estiverem habilitadas como estão por padrão no GFS2 e em outros sistemas de arquivos Linux, então toda vez que um arquivo é lido, seu inode precisa ser atualizado.

Como poucas aplicações utilizam as informações fornecidas por atime, essas atualizações podem exigir uma quantidade significativa de tráfego de escrita desnecessária e tráfego de travamento de arquivos. Esse tráfego pode degradar o desempenho; portanto, pode ser preferível desligar ou reduzir a freqüência das atualizações de atime.

Os seguintes métodos para reduzir os efeitos da atualização do atime estão disponíveis:

  • Monte com relatime (tempo relativo), que atualiza o atime se a atualização anterior atime for mais antiga que a atualização mtime ou ctime. Esta é a opção padrão de montagem para sistemas de arquivo GFS2.
  • Monte com noatime ou nodiratime. A montagem com noatime desativa atime atualizações tanto para arquivos quanto para diretórios naquele sistema de arquivos, enquanto a montagem com nodiratime desativa atime atualizações somente para diretórios naquele sistema de arquivos, É geralmente recomendado montar os sistemas de arquivos GFS2 com a opção de montagem com noatime ou nodiratime sempre que possível, com a preferência para noatime onde a aplicação permite isso. Para maiores informações sobre o efeito destes argumentos no desempenho do sistema de arquivos GFS2, veja GFS2 Node Locking.

Use o seguinte comando para montar um sistema de arquivo GFS2 com a opção de montagem em noatime Linux.

monte BlockDevice MountPoint -o noatime
BlockDevice
Especifica o dispositivo de bloco onde reside o sistema de arquivos GFS2.
MountPoint
Especifica o diretório onde o sistema de arquivos GFS2 deve ser montado.

Neste exemplo, o sistema de arquivos GFS2 reside em /dev/vg01/lvol0 e é montado no diretório /mygfs2 com atime atualizações desativadas.

# mount /dev/vg01/lvol0 /mygfs2 -o noatime
Red Hat logoGithubRedditYoutubeTwitter

Aprender

Experimente, compre e venda

Comunidades

Sobre a documentação da Red Hat

Ajudamos os usuários da Red Hat a inovar e atingir seus objetivos com nossos produtos e serviços com conteúdo em que podem confiar.

Tornando o open source mais inclusivo

A Red Hat está comprometida em substituir a linguagem problemática em nosso código, documentação e propriedades da web. Para mais detalhes veja oBlog da Red Hat.

Sobre a Red Hat

Fornecemos soluções robustas que facilitam o trabalho das empresas em plataformas e ambientes, desde o data center principal até a borda da rede.

© 2024 Red Hat, Inc.