Pesquisar

Apêndice F. Processo de Inicialização, Init, e Shutdown

download PDF
Um aspecto importante e potente do Red Hat Enterprise Linux é o método aberto, usuário configurável que ele usa para iniciar o sistema operacional. Os usuários são livres para configurar muitos aspectos do processo de inicialização, incluindo especificar os programas lançados durante a inicialização. Da mesma forma, o sistema fecha de forma simples terminando o processo de uma forma configurável e organizada, embora a padronização neste processo seja raramente requerida.
Entender como os processo de inicialização e desligamento funcionam não apenas permite a personalização, mas também facilita a resolução de problemas relacionados à inicialização e ao desligamento do sistema.

F.1. O Processo de Inicialização

Veja abaixo os estágios básicos do processo de inicialização:
  1. O sistema carrega e executa um carregador de inicialização. O mais importante deste processo depende da arquitetura do sistema. Por exemplo:
    • Os sistemas baseados em BIOS x86 executam um carregamento de inicialização de primeiro estágio a partir do MBR do disco rígido primário, em retorno, carrega um carregador de inicialização adicional GRUB.
    • Os sistemas x86 baseados em UEFI montam uma Partição de Sistema EFI que contenha uma versão do carregador de inicialização GRUB. O gerenciador de inicialização EFI carrega e executa o GRUB como um aplicativo do EFI.
    • Os sistemas POWER montam uma partição PPC PReP que contém o carregador de inicialização Yaboot. O gerenciador de inicialização System Management Services (SMS) carrega e executa o yaboot.
    • A IBM System z executa o carregador de inicialização z/IPLa partir de um dispositivo DASD ou FCP-conectado que você especifica quando você faz o IPL da partição que contém o Red Hat Enterprise Linux.
  2. O carregador de inicialização do segundo estágio carrega o kernel na memória, o qual em contrapartida carrega quaisquer módulos necessários e monta a partição raiz em modo somente leitura.
  3. O kernel transfere o controle do processo de inicialização para o programa /sbin/init.
  4. O programa /sbin/init carrega todos os serviços e ferramentas de espaço de usuário, monta todas as partições listadas em /etc/fstab.
  5. O usuário recebe uma tela de login para o sistema Linux recém instalado.
Devido à configuração do processo de inicialização ser mais comum do que a personalização do processo de desligamento, o restante deste capítulo discute em detalhes o funcionamento do processo de inicialização e como ele pode ser personalizado para atender à necessidades específicas.
Red Hat logoGithubRedditYoutubeTwitter

Aprender

Experimente, compre e venda

Comunidades

Sobre a documentação da Red Hat

Ajudamos os usuários da Red Hat a inovar e atingir seus objetivos com nossos produtos e serviços com conteúdo em que podem confiar.

Tornando o open source mais inclusivo

A Red Hat está comprometida em substituir a linguagem problemática em nosso código, documentação e propriedades da web. Para mais detalhes veja oBlog da Red Hat.

Sobre a Red Hat

Fornecemos soluções robustas que facilitam o trabalho das empresas em plataformas e ambientes, desde o data center principal até a borda da rede.

© 2024 Red Hat, Inc.